phone: +351 912 241 983 | +1 347 851 0251
e-mail: info@TheRoyal45.com

Saturday, February 23, 2008

Tottenham vs Chelsea, FINAL CARLING CUP


FINAL da CARLING CUP

Tottenham Hotspur – Chelsea 11º-3º EPL (English Premier League)
Domingo, 24 de Fevereiro, 15:00
Estádio de Wembley

Em Londres, entre equipas multinacionais londrinas, no novo estádio de Wembley para a primeira final Carling Cup a ser lá jogada.

Apresentamos exaustivamente as características associadas a esta partida.

Sob o leme de Juande Ramos, os Spurs parecem estar a navegar em águas mais tranquilas num procedimento de transição para um estilo mais continental, recordando o futebol altamente ofensivo nos tempos que Klinsmann era o homem do leme da equipa do Tottenham.

São muitos os especialistas que consagram a vitória desta partida para a equipa de White Hard Lane, acreditando que o Tottenham deseja mais esta vitória do que o Chelsea que está mais virado para a conquista do título da liga inglesa e da Champions League. Aguardaremos o desfecho da partida para certificar que esta antevisão está o mais próxima da realidade possível.

As estatísticas demonstram que o Tottenham só venceu o Chelsea em 16 tentativas. Esta temporada o encontro da liga ficou marcado pela vitória do Chelsea por 2-0, porém o jogo é pródigo em tornear as expectativas e estatísticas.

Os Spurs têm vindo a cimentar a sua forma, que era demasiadas vezes questionadas no inicio da época quando Martin Jol não conseguiu ter mão sobre a equipa, e Jenas, Lennon, Berbatov e Keane têm vindo a revelar que tudo o que têm em termos de potencial futebolístico vai mais além e tudo se confirma com esta subida de forma dos mesmos ao longo da época.


Avançando com os dados estatísticos o Tottenham detém um treinador que tem uma propensão para os jogos a eliminar ou nas palavras de Scolari, o “Mata-Mata”. A única derrota de Juande Ramos em situações de knock-out foi frente ao Manchester United para a FA Cup, sendo que de resto, mais de 50 jogos foram guardados com a nostalgia da vitória na mente de quem conhece Juande Ramos. Factores como esse, indicam a razão pela qual obteve 2 Taças UEFA e a Copa Del Rey para o Sevilha.

Agora ao serviço do Tottenham, o técnico levou os Spurs à sua primeira final em 6 anos e potencializando a hipótese de conquistar um título, facto que não sucede desde 1999 quando venceram a League Cup frente ao Leicester City. A forma como demoliram o Arsenal, 5-1, fez parar a crítica desportiva e perspectivar a equipa de outra maneira, quer pela surpresa, quer pela supremacia do futebol apresentado no terreno.

Avram Grant pretende solidificar a sua presença no banco do Chelsea ao conseguir reproduzir os feitos de José Mourinho, e em boa verdade seja dito que o técnico israelita tem conseguido afastar os fantasmas do técnico português de Stamford Bridge pela valência de resultados apresentados.

O Chelsea encontra-se a disputar todos os títulos em questão desde o início da época, o que faz do emblema londrino o único clube inglês ainda a lutar pelos quatro frentes possíveis em termos de troféus. 16 são os jogos que o Chelsea leva sem averbar uma derrota em qualquer competição. Caso o Chelsea levante o troféu este domingo, será a primeira equipa desde o Nottingham Forest em 1990 a conseguir reter o título por anos consecutivos, e relembrando que o Chelsea venceu o mesmo 2 vezes nas últimas 3 temporadas.


CAMINHO PARA WEMBLEY


Tottenham

Tottenham - Middlesbrough 2 - 0 26/09/2007 3ª Eliminatória
Tottenham - Blackpool 2 - 0 31/10/2007 4ª Eliminatória

Man City - Tottenham 0 - 2 18/12/2007 Quartos de Final
Arsenal - Tottenham 1 - 1 09/01/2008 Meias Finais 1ª Mão
Tottenham - Arsenal 5 - 1 22/01/2008 Meias Finais 2ª Mão

Chelsea

Hull - Chelsea 0 - 4 26/09/2007 3ª Eliminatória
Chelsea - Leicester 4 - 3 31/10/2007 4ª Eliminatória


Chelsea - Liverpool 2 - 0 19/12/2007 Quartos de Final
Chelsea - Everton 2 - 1 08/01/2008 Meias Finais 1ª Mão
Everton - Chelsea 0 - 1 23/01/2008 Meias Finais 2ª Mão


ÚLTIMOS JOGOS

Tottenham

Tottenham - Slavia Praha 1 - 1 21/02/2008 TAÇA UEFA
Slavia Praha - Tottenham 1 - 2 14/02/2008 TAÇA UEFA
Derby - Tottenham 0 - 3 09/02/2008 PREMIER LEAGUE
Tottenham - Man Utd. 1 - 1 02/02/2008 PREMIER LEAGUE
Everton - Tottenham 0 - 0 30/01/2008 PREMIER LEAGUE
Man Utd. - Tottenham 3 - 1 27/01/2008 FA CUP

Chelsea

Olympiakos - Chelsea 0 - 0 19/02/2008 CHAMPIONS LEAGUE
Chelsea - Huddersfield Town 3 - 1 16/02/2008 FA CUP
Chelsea - Liverpool 0 - 0 10/02/2008 PREMIER LEAGUE
Portsmouth - Chelsea 1 - 1 02/02/2008 PREMIER LEAGUE
Chelsea - Reading 1 - 0 30/01/2008 PREMIER LEAGUE
Wigan Athletic - Chelsea 1 - 2 26/01/2008 FA CUP

NOTÍCIAS

Tottenham

Michael Dawson and Kevin Prince-Boateng debatem-se com pequenas lesões e dificilmente farão parte do onze inicial, porém Chimbonda parece estar recuperado e fará parte do lote de eleitos. Ledley King irá voltar a comandar os destinos da defesa e Alan Hutton deverá ser um dos laterais. As dúvidas encontram-se na baliza, dado que Paul Robinson voltou à titularidade frente ao Slávia de Praga e efectuou uma boa exibição e deve substituir o regular Radek Cerny. Zokora e Huddlestone devem competir para o lugar em aberto no meio campo enquanto que Lennon, Malbranque e Jenas estão assegurados.

Tottenham Hotspur: Robinson, Cerny, Hutton, Chimbonda, Lee, Gunter, Dawson, King, Woodgate, Rocha, Kaboul, Tainio, O'Hara, Huddlestone, Zokora, Jenas, Malbranque, Lennon, Boateng, Taarabt, Bent, Keane, Berbatov

Os XI prováveis (4-4-2): Robinson – Hutton, King, Woodgate, Chimbonda – Lennon, Zokora, Jenas, Malbranque – Keane, Berbatov

Chelsea

Notícias sugerem que John Terry e Frank Lampar que descansaram frente ao Olympiacos deveram voltar a ser equacionados para a mesma posição. Sem jogadores no departamento médico, Grant deverá alterar a equipa a seu belo prazer após ter efectuado 11 alterações aquando da partida na Grécia.

Apresentando-se na máxima força, os Blues deverão ter a tarefa mais facilitada.

Chelsea: Cech, Cudicini, Hilario, Ferreira, Belletti, Terry, Alex, Ben-Haim, Carvalho, A Cole, Bridge, Obi, Makelele, Sidwell, Essien, Lampard, Ballack, Malouda, Wright-Phillips, J Cole, Drogba, Anelka, Pizarro, Shevchenko, Kalou

Os XI prováveis (4-3-2-1): Cech – Ferreira, Carvalho, Terry, Bridge – Essien, Ballack, Lampard – Wright-Phillips, J Cole – Drogba


Conjectura

O resultado final num jogo destes é algo difícil de prever. O Chelsea confirma ser uma equipa mais talhada para os jogos mais importantes do que aqueles que apresentam menor nível de dificuldade. Face a ser uma final e entre dois emblemas que praticam um futebol muito activo no meio campo, mais cartões do que golos serão uma certeza, devido a essa agressividade. Os passes de rotura serão decisivos para traçar o destino desta partida.

As estatísticas apontam para o Chelsea, porém o Tottenham terá a sua palavra a dizer no contexto deste derby londrino à semelhança da última final entre Arsenal-Chelsea.

Resultados prováveis

Tottenham 0-1 Chelsea

Tottenham 1-2 Chelsea

Tottenham 0-0 Chelsea (Chelsea a vencer nas grandes penalidades)