phone: +351 912 241 983 | +1 347 851 0251
e-mail: info@TheRoyal45.com

Monday, February 23, 2009

Premier League, Jornada 22








Estimados Mestres,

Noticiando a Carling Cup que encontrou os seus finalistas opondo uma equipa de Manchester versus uma equipa de Londres. Ora se em Portugal, o Benfica não consegue pensar que tem de vencer o Metalist seja porque margem utópica for, parece que existem equipas competitivamente mais modestas que têm uma mente mais aberta, e assim mencionamos o Burnley, 7º Classificado da Championship de Inglaterra. Burnley foi derrotado pelo Tottenham por 4-1 na primeira mão da meia-final da Carling Cup edição 2008/09.

A segunda mão a jogar em casa e quando a reviravolta seria algo quase ridiculamente impossivel de atingir, o Burnley lutou contra a armada galáctica dos Spurs e no final dos 90 minutos demoliu o Tottenham com 3-0 e levou o jogo para prolongamento onde seria posteriormente afastado aos 118 e 120 minutos por 2 golos, Defoe y Pavlyuchenko. Vitória de 3-2 da equipa do Burnley de Owen Coyle frente aos Spurs de Harry Redknapp que passa à final com o Manchester United através da famosa regra dos golos fora.


A outra meia-final, o Manchester United alcançou a vitória de 4-2 sobre o Derby County e ultrapassando o déficit da primeira mão onde haviam sido derrotados. Golos de Nani, O'Shea, Tevez e Ronaldo derrotaram os Rams.


Falando de transferências, Ljajic e Tosic juntaram-se ao Man Utd, Helgusson ex-Bolton e L. Miller do Sunderland foram adquiridos por Paulo Sousa no QPR e seu accionista mor Flavio Briatore, Michael Mancienne trocou o Wolves pelo Chelsea, B. Sahar foi emprestado pelo Chelsea ao De Graafschap assim como S. Sinclair ao Birmingham, sendo que Wayne Bridge transferiu-se dos Blues para o Man City assim como Craig Bellamy do West Ham para o outfit de Manchester.
Jermaine Defoe voltou à sua antiga casa para voltar a estar às ordens do seu treinador de eleição Harry Redknapp, trocando as cores do Portsmout pelo Tottenham e com golos na partida de estreia e seguintes.
Manchester United adquiriu Ritchie De Laet ao Stoke City; Sebastian Puygrenier trocou o Zenit pelo Bolton e Arshavin será o próximo, porém para o muito discutido contracto com o Arsenal.

Gael Givet trocou o Marselha pelo Blackburn Rovers de Big Sam. O angolano Manucho do Man Utd foi emprestado ao Hull City sendo este sempre a prioridade em detrimento de Makukula que rumou ao Bolton Wanderers. J. Pennant saiu do banco do Liverpool para a titularidade em Portsmouth. Nigel de Jong do Hamburgo, o tão cobiçado jogador, junta-se à legião de transferidos para o Manchester City.

Wilson Palacios trocou o Wigan Athlectic pelo Tottenham, constituindo assim mais uma valia pertença ao plantel dos Spurs.

Perfilando o campo mais especulativo, temos as potenciais aquisições e vendas do Manchester City, parece que Robinho tem uma proposta do resistente Chelsea de 17 milhões de libras e que inclui ainda mais 5 jogadores no negócio, Malouda, Alex, Ivanovic, Kalou e o surpreendente melhor marcador da Premier League e jogador mais caro de sempre do futebol, Nicolas Anelka. O City persegue igualmente Didier Drogba, numa alusão à conta bancária de muitos digitos do seu Sheikh, após gorada a transferência de Kaka.

Gudjohnsen, perfila a sua transferência para o Blackburn Rovers, mesmo depois da titularidade desta noite no Barcelona frente ao Espanyol. Patrick Vieira está igualmente a perspectivar um retorno à Premier League com as cores do Portsmouth.

Manuel da Costa da Fiorentina está a ser seguido pelo Chelsea e Sunderland. Loic Remy, a jovem promessa de Nice está próximo do Newcastle, apesar de ter clubes como o Sevilha, Atletico Madrid entre outros.

O internacional equatoriano Antonio Valencia disputado por clubes como Real Madrid, Chelsea E Manchester United parece estar inclinado para Old Trafford sendo que os red devils já encontraram a solução a longo prazo para Ryan Giggs através do potencial de Zoran Tosic, parecem querer ocupar outra posição perto dos terrenos de Cristiano Ronaldo, quando Nani seria de esperar preencher esse espaço, mas o este último,português, não tem progredido de acordo com a perspectiva de desenvolvimento de Alex Ferguson recentemente eleito o técnico mais prolifico dos ultimos anos.


Passando para outro futebol...Oman, onde o trabalho de um treinador faz a diferença...Claude Le Roy, conhecido pelo seu extensivo trabalho no continente africano fez com que Oman, a desconhecida selecção, engrenasse e derrotasse a Arabia Saudita na final da edição de 2009 da Arabian Gulf Cup, facto esse inédito para tal nação. Anexado segue um video com os melhores golos dessa mesma competição para que fique no ar a crítica e/ou apreciação da evolução cada vez mais dos paises dos Sheikhs, as nações mais conhecidas pelos seus poderes bélicos que começam a despontar no futebol, através de movimentações e jogo de passe curto.

Copyright © 2009 Nelson Motta™ All Rights Reserved