phone: +351 912 241 983 | +1 347 851 0251
e-mail: info@TheRoyal45.com

Monday, May 04, 2009

Bundesliga - How to lose a title in 20 days




Bundesliga - How to lose a title in 20 days…

Ao som de Cesária Évora nasce mais uma crónica que espera o seu desfecho numa data perto de si…

No campeonato europeu mais disfuncional da temporada 2008/09 encontramos a Bundesliga que conseguiu destronar a Premier League relativamente a rentabilidade e ROI ( Return on Investment ) e inclusive à paixão exacerbada de adeptos. O ratio ofensivo da Bundesliga cifra-se nos 3 golos por jogo e ainda quando as exibições não são famosas, invariavelmente, os fans respondem com satisfação ao longo da temporada.

Esta temporada viu nascer um fenómeno chamado Hoffenheim, clube situado numa vila de uma população inferior a 4000 pessoas e que em 4 épocas consecutivas conseguiu a ascensão à Bundesliga; Garantiu durante larga fase o topo da tabela classificativa, sem que pudesse, posteriormente por lesão, suprimir a ausência de Ibisevic, o avançado que facturava no ataque dos azuis.

Começando pela introdução à próxima temporada 2009/10, grandes movimentações no mercado espelham a atracção que a Bundesliga tem tido nos últimos anos, e cada vez mais recentemente, e a pressão cresce à medida que o jogo evolui. A versão germânica de Paulo Bento, Juergen Klinsmann, não resistiu aos resultados, mesmo quando faltam quatro jornadas e são somente 3 os pontos que separam o Bayern Munique do topo da tabela e para a sua posição os Bávaros requisitaram o retirado, em 2007, Jupp Heynckes, contestado no Benfica em 1999/00.

Ainda assim, Heynckes, é a solução temporária para o banco de Munique, sendo que vários treinadores se perfilam para treinar o FC Hollywood. Nomes como Mancini ( que é aliciado também pela Vecchia Signora, Juventus ), Ancelotti, Rijkaard, Scolari, Schuster, Martin Jol e Van Gaal são somente os mais sonantes a compreenderem a experiência para segurar uma posição com a pressão que ostenta o Bayern.

Van Gaal levou o AZ Alkmaar ao título, ainda que o mesmo não se sinta confortável com a visibilidade na imprensa, tem um carisma interessante…Ora vejamos, a época passada terá, invariavelmente, efectuado a pior temporada ao leme de uma equipa, os actuais campeões holandeses, conseguindo ser eliminado na primeira fase da taça holandesa e taça UEFA, terminando em 11ª posição. Inédito, potencialmente, colocou o seu lugar à disposição, que foi imediatamente negado pela direcção e inclusive o plantel que suportava a presença do técnico.

Começando a época, os dois primeiros jogos não foram brilhantes, numa pressão que se adensava, porém o comandante elevou a rosa dos ventos para um nível superior e desde então conseguiu 27 partidas sem sair derrotado, e em que 11 delas não concedeu qualquer golo. Um 8 ou 80 tremendo de Van Gaal que o coloca no topo da esfera futebolista para treinar as equipas que agora proporcionam as melhores oportunidades de mercado, sem deixar de ter em conta uma possível continuidade, dado que o AZ vai estar presente na Liga dos Campeões edição 2009/00.

Caso a transferência se concretize da Holanda para a Alemanha, Van Gaal vai fazer-se acompanhar dos assistentes Franck de Boer e Shota Arveladze. O Sunderland também é um dos clubes interessados no concurso do treinador holandês após o clube estar a ser preparado para um takeover de um americano bilionário.

Falando de Rijkaard que parece ganhar consenso como o treinador mais apetecível para a Bundesliga 2009/00, está na mira do Wolfsburgo que, apesar de tentar reter o actual treinador Félix Magath, parece buscar alternativas no mercado. Face ao currículo de Rijkaard, Chelsea, Real Madrid, Milan e, o já mencionado, Bayern Munique também se encontram na luta por este grande treinador que a ausência de um maior carisma o afastou da Catalunha.

Franck Ribéry vislumbrando a Catalunha, e que porventura, será a transferência mais apetecível da próxima temporada, mesmo tendo em conta a promulgada saída de Kaka para o Real Madrid, faz com que Uli Hoeness encontre em Diego, ex-Porto, as qualidades para substituir o francês e garantiu caso a transferência para o Barcelona avance, Diego será dos Bávaros no inicio da época.

A tabela apresenta movimentações consideráveis nas últimas semanas, porém resta-nos apresentar o quadro de interesse, os 5 primeiros e restantes jogos até ao final da época.

Wolfsburg – Estugarda (F), Dortmund (C), Hannover (F), Werder Bremen (C). Tem um goal average de +30.

Bayern MuniqueCottbus (F), Leverkusen (C), Hoffenheim (F), Estugarda (C). Tem um goal average de +23.

Hertha Berlim – Bochum (C), Colónia (F), Schalke 04 (C), Karlsruhe (F). Tem um goal average de +8.

Estugarda – Wolfsburgo (C), Schalke 04 (F), Cottbus (C), Bayern Munique (F). Tem um goal average de +15, porém o calendário menos propício à vitória final.

Hamburgo – Werder Bremen (F), Bochum (C), Colónia (C), Frankfurt (F). Tem um goal average de +2.

Nota Final…Lothar Mathaus perfila-se para substituir Manuel José no Al Ahly, depois de um reinado supremo do português ao leme dos egípcios. A “má habituação” a ganhar constantemente, como se tratasse de uma rotina, fez com que a barra pesa-se demasiado esta temporada sobre o treinador experiente luso. O Al Ahly foi eliminado na liga dos campeões asiáticos pelos nigerianos Kano Pillars e em termos caseiros encontra-se, actualmente, a 3 pontos do líder Ismaily.

Lothar Mathaus será a escolha mais vísivel e jovem para um clube egípcio que teve na experiência de Manuel José o protótipo de treinador único, provavelmente, impossível de igualar na compulsiva obtenção de títulos e formação de grandes valores egípcios, 4 campeonatos, 4 ligas dos campeões africanos, 4 supertaças de África e 4 supertaças do Egipto. Já o germânico, consagrado melhor jogador do mundo na sua carreira como jogador, tem apresentado oscilações relativamente à carreira de treinador, tendo passado por Rapid Vienna, Partizan Belgrado, Atlético Paranaense, Red Bull Salzburgo, Netanya e a selecção da Hungria.


Copyright © 2009 Nelson Motta™ All Rights Reserved