phone: +351 912 241 983 | +1 347 851 0251
e-mail: info@TheRoyal45.com

Thursday, June 18, 2009

Confederations Cup 2009 - Grupo B



O Europeu sub-21 teve hoje 2 jogos que ditaram os destinos das selecções presentes sendo que a Alemanha apesar de uma primeira parte apagada, conseguiu no segundo tempo recuperar o tempo perdido e escrever a história da partida a seu favor com uma vitória sobre a Finlândia por 2-0.

Na outra partida a Espanha defrontou a Inglaterra numa partida muita apetecida e competitiva. Os ingleses desperdiçaram uma grande penalidade pelos pés de James Milner, porém mais tarde e, fruto de erro crasso defensivo dos espanhóis, Campbel efectuou o 1-0 a favor dos senhores da terra de sua Majestade. Após a entrada de Walcott que deu consistência ofensiva aos britânicos, o jogador do Arsenal assistiu Milner para este fechar o placard em 2-0 a favor da Inglaterra e qualifica-los assim para a próxima fase no topo do grupo à frente da Alemanha, Espanha e Finlândia.


Taça das Confederações apresentou, hoje, as partidas da 2ª jornada do Grupo B colocando em campo o Brasil – EUA e Itália – Egipto.


No primeiro jogo do dia a selecção canarinha venceu os norte-americanos sem espinhas 3-0 com golos de Felipe Melo, Robinho e Maicon e nem as bolas enviadas às traves brasileiras pelo seu adversário deram dimensão ao futebol dos mesmos uma vez que o Brasil foi demasiado exemplar para ter a partida colocada em perigo e com a falta de agressividade americana o Brasil empoleirou-se e distribuiu samba pelo relvado africano colocando-se como potencial finalista a par da Espanha face a expectativas geradas da competição.


Maicon foi o melhor em campo e demonstrou porque Mourinho aposta na sua consistência para blindar a defensiva do seu Internazionale para a próxima temporada.


No outro jogo do grupo, o Egipto fez pela vida e derrotou a Squadra Azzurra por 1-0 com golo de Homos. O guardião dos faraós, El Hadari, foi, sem dúvida, o melhor em campo dado o seu carisma e exibição tirando golos certos aos italianos na mesma medida que os pressionava a nível psicológico, acabando por ser neste factor que os italianos pecariam. Provando do seu próprio veneno, a selecção italiana conseguiu originar varias oportunidades de golo, mas a sua atitude perdulária jogou em favor da audácia egípcia, que sem dúvida teve um ataque demasiado venenoso e souberam inclusive fazer jogo de circulação e contenção quando a isso foram obrigados nos últimos 30 minutos da partida.



Copyright © 2009 Nelson Motta™ All Rights Reserved



Europeu sub-21 teve hoje 2 jogos que ditaram os destinos das selecções presentes sendo que a Alemanha apesar de uma primeira parte apagada, conseguiu no segundo tempo recuperar o tempo perdido e escrever a história da partida a seu favor com uma vitória sobre a Finlândia por 2-0.

Na outra partida a Espanha defrontou a Inglaterra numa partida muita apetecida e competitiva. Os ingleses desperdiçaram uma grande penalidade pelos pés de James Milner, porém mais tarde e, fruto de erro crasso defensivo dos espanhóis, Campbel efectuou o 1-0 a favor dos senhores da terra de sua Majestade. Após a entrada de Walcott que deu consistência ofensiva aos britânicos, o jogador do Arsenal assistiu Milner para este fechar o placard em 2-0 a favor da Inglaterra e qualifica-los assim para a próxima fase no topo do grupo à frente da Alemanha, Espanha e Finlândia.

Taça das Confederações apresentou, hoje, as partidas da 2ª jornada do Grupo B colocando em campo o Brasil – EUA e Itália – Egipto.

No primeiro jogo do dia a selecção canarinha venceu os norte-americanos sem espinhas 3-0 com golos de Felipe Melo, Robinho e Maicon e nem as bolas enviadas às traves brasileiras pelo seu adversário deram dimensão ao futebol dos mesmos uma vez que o Brasil foi demasiado exemplar para ter a partida colocada em perigo e com a falta de agressividade americana o Brasil empoleirou-se e distribuiu samba pelo relvado africano colocando-se como potencial finalista a par da Espanha face a expectativas geradas da competição.

Maicon foi o melhor em campo e demonstrou porque Mourinho aposta na sua consistência para blindar a defensiva do seu Internazionale para a próxima temporada.

No outro jogo do grupo, o Egipto fez pela vida e derrotou a Squadra Azzurra por 1-0 com golo de Homos. O guardião dos faraós, El Hadari, foi, sem dúvida, o melhor em campo dado o seu carisma e exibição tirando golos certos aos italianos na mesma medida que os pressionava a nível psicológico, acabando por ser neste factor que os italianos pecariam. Provando do seu próprio veneno, a selecção italiana conseguiu originar varias oportunidades de golo, mas a sua atitude perdulária jogou em favor da audácia egípcia, que sem dúvida teve um ataque demasiado venenoso e souberam inclusive fazer jogo de circulação e contenção quando a isso foram obrigados nos últimos 30 minutos da partida.


Copyright © 2009 Nelson Motta™ All Rights Reserved